quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Sobrevive...

O amor, quando é amor, sobrevive mesmo sozinho, sem cor  e sem destino... (Rodolpho Moraes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário